Pular para o conteúdo principal

Show de Björk no Festival Eden Sessions


01. Arisen My Senses
02. The Gate
03. Utopia
04. Blissing Me
05. Claimstaker
06. Isobel
07. Courtship
08. Human Behaviour
09. Tabula Rasa
10. Pleasure Is All Mine
11. Wanderlust
12. Features Creatures
13. Losss
14. Sue Me
15. The Anchor Song
16. Notget

"Björk entrou no palco ao som de "Arisen My Senses", desmentindo a ideia de que essa música é impossível de se dançar. Todo o público do Festival Eden Sessions assistiu ao show completamente fascinado. A islandesa segue tímida em canções como "Blissing Me" e "The Gate". Sua voz é cheia de charme e mágoa. Em uma enorme tela atrás dela, imagens da natureza enfeitam o show e a própria Björk aparece como uma criatura mítica em uma espécie de fábula atemporal. A intensidade emocional das canções de "Utopia" ocupam um lugar secundário quando os hits conhecidos "Human Behaviour" e "Isobel" são performados, quebrando esse feitiço por tempo suficiente para permitir surtos de dança e até algumas pessoas da plateia dando socos no ar. Em seguida, o deslumbramento recomeça com mais coisas do novo repertório. Björk interpreta todo o show como um desafio pessoal, numa voz de total solenidade".


O vestido usado por Björk na apresentação levou 6 meses para ficar pronto. 15 pessoas trabalharam na peça coberta por 25 mil cristais Swarovski, que contribuíram para que o resultado final produzisse efeitos de luz bem interessantes.

Postagens mais visitadas deste blog

Kórsafn: Björk compõe trilha sonora para hotel

Björk anunciou a realização de um novo projeto: Kórsafn (Arquivos de Coral). Em parceria com a Microsoft e o hotel Sister City, de Nova York, a artista abriu seus arquivos para mostrar alguns dos arranjos de corais que criou ao longo da carreira. 
Música ambiente - Funciona da seguinte forma: As pessoas que entrarem no hotel, ouvirão trechos de várias dessas composições da cantora. Algumas delas são gravações do Hamrahlid Choir, um aclamado coral islandês de 50 pessoas, que é considerado um tesouro nacional e no passado já teve a própria Björk como integrante. Aliás, eles saíram em turnê com ela em 2019, em Cornucopia.

A tecnologia usada permitirá que novas combinações sejam criadas todos os dias. Em constante evolução, a captação será alimentada também por uma câmera na torre do Sister City, na intenção de identificar os sons de tudo aquilo que estiver acima do hotel, em cada estação do ano e em eventos climáticos, com uma riqueza muito grande de detalhes. Por exemplo: Reagindo a cada…

Relembre as vindas de Björk ao Brasil

As apresentações mais recentes de Björk no Brasil aconteceram há mais de 10 anos, entre 26 e 31 de Outubro de 2007. Relembre essas e outras passagens da islandesa, que já disse ter vivido momentos mágicos em nosso país.
Mas antes de tudo, uma curiosidade: Björk já foi capa da famosa/extinta revista brasileira Bizz, edição de Dezembro de 1989, o que comprova a divulgação do trabalho da artista no Brasil antes mesmo do grande sucesso e reconhecimento em carreira solo.
1996 - Post Tour:
SETLIST:  Army of Me One Day The Modern Things Venus as a Boy You've Been Flirting Again Isobel Possibly Maybe I Go Humble Big Time Sensuality Hyperballad Human Behaviour The Anchor Song I Miss You Crying Violently Happy It's Oh So Quiet.
Em outubro de 1996, Björk vinha pela primeira vez ao Brasil com shows marcados em São Paulo (12/10/96) e no Rio de Janeiro (13/10/96), como parte do Free Jazz Festival.



Em entrevista à Folha de São Paulo, Björk se disse ansiosa pelas apresentações:
"Vai ser m…

Exposição Björk Digital chega a Brasília em Dezembro

Depois de uma temporada de sucesso em São Paulo, a exposição Björk Digital passará por Brasília. A informação foi confirmada pela própria Björk, que contou a novidade empostnas redes sociais em agosto. A mostra fica em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil de 3 de Dezembro de 2019 a 9 de fevereiro de 2020. Os ingressos são gratuitos.
Na programação estão inclusos: 6 vídeos de Vulnicura, sendo 5 em realidade virtual (Stonemilker, Mouth Mantra, Quicksand, Family e Notget), e uma instalação especial (Black Lake), além da sessão de videoclipes de Björk, incluindo os do álbum Utopia, remasterizados em alta definição (exibidos em sala de cinema) e uma área dedicada ao projeto educativo de Biophilia. Confira mais detalhes AQUI.
A exposição é apresentada pelo Ministério da Cidadania e Secretaria Especial da Cultura, patrocinada pelo Banco do Brasil, realizada no CCBB Brasília pela Cinnamon Comunicação.
No ano que vem, chega ao CCBB do Rio de Janeiro (11/03-18/05) e de Belo Horizonte (junh…