Pular para o conteúdo principal

Com o álbum "Utopia", Björk recebe mais uma indicação ao Grammy

E lá vamos nós.... 

Utopia, o 9º álbum de estúdio de Björk lançado em novembro de 2017, foi indicado ao Grammy na categoria de Melhor álbum de música alternativa, ao lado de Arctic Monkeys (Tranquility Base Hotel & Casino), Beck (Colors), David Byrne (American Utopia) e St. Vincent (Masseduction). A premiação acontecerá em 10 de fevereiro

A islandesa já foi nomeada na cerimônia diversas outras vezes, mas nunca ganhou o famoso troféu:

1994 - Human Behaviour - Best Music Video, Short Form
1996 - Post - Best Alternative Music Performance
1996 - It's Oh So Quiet - Best Music Video, Short Form
1998 - Homogenic - Best Alternative Music Performance
1999 - Bachelorette - Best Music Video, Short Form
2000 - All Is Full of Love - Best Music Video, Short Form
2001 - Overture - Best Pop Instrumental Performance
2001 - I've Seen It All - Best Pop Instrumental Arrangement Accompanying A Vocalist(s)
2002 - Vespertine - Best Alternative Music Album
2005 - Oceania - Best Female Pop Vocal Performance
2005 - Medúlla - Best Alternative Music Album
2008 - Volta - Best Alternative Music Album
2013 - Biophilia - Best Alternative Music Album
2016 - Vulnicura - Best Alternative Music Album
2019 - Utopia - Best Alternative Music Album

Curiosidade: Outros trabalhos de Björk receberam duas indicações adicionais, ambas creditadas aos respectivos diretores de arte e não a ela mesma. Em 2004, Gabríela Friðriksdóttir, Mathias Augustyniak e Michael Amzalag foram indicados na categoria Best Boxed or Special Limited Edition Package por sua contribuição no design do Box comemorativo Family Tree. Da mesma forma, em 2013, Mathias Augustyniak e Michael Amzalag (M/M Paris) venceram na categoria Best Recording Package pela identidade gráfica do projeto Biophilia.

Vencedora de cerca de 135 prêmios ao longo de seus mais de 40 anos de carreira (o 1º álbum "Björk" foi lançado apenas na Islândia ainda em 1977), incluindo um Polar Music Prize, a artista já falou sobre nunca ter vencido nenhum Grammy, em entrevista ao Pitchfork, em 2008:
"Não vou fingir que não ligo para prêmios, mas eu acho que nunca irei ganhar um Grammy. Já fui nomeada antes. Eu acho que é algo muito conservador e que eles, provavelmente, tem um pouco de medo de mim".
Na mesma ocasião ela pontuou:
"Há muita música por aí! E a música tem sido tão abusada (ao longo do tempo). Existem tantas coisas sem emoção e sem sentimento. É uma ferramenta de poder. Sempre senti que era meu papel fazer o inverso, para mantê-la mais emocional!".

Saiba mais:

- Exposição 'Björk Digital' virá ao Brasil.
- Björk anuncia novo show 'Cornucopia'.
- Sugira o show de Björk na pesquisa do Popload sobre a próxima edição do festival no Brasil.
- Novos episódios legendados da 'Websérie Björk'.
- Björk de volta ao estúdio de gravação.
- Confira fotos raras do 1º show de Björk no Brasil e outras curiosidades em matéria especial sobre as vindas da artista ao nosso país.




Comente com outros fãs:

Postagens mais visitadas deste blog

Museu da Imagem e do Som confirma a exposição "Björk Digital" em São Paulo

Inédita no Brasil, a exposição Björk Digital celebra o trabalho e o universo criativo da artista islandesa. Dividida em sessões compostas por experiências de realidade virtual e elementos audiovisuais imersivos, a mostra chega ao MIS em junho, depois de passar por cidades como Tóquio, Sidney e Londres.
Trazida em parceria com a produtora Dueto, a exposição é apresentada pelo Ministério da Cidadania e Vivara, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. O MIS é uma instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

Detalhes sobre datas e ingressos ainda não foram revelados.

A informação já havia sido adiantada em julho do ano passado na coluna de Lauro Jardim no Globo. A Dueto, produtora de Monique Gardenberg, foi a responsável por dois dos três festivais que trouxeram nossa amada ao Brasil. Aliás, em 2007, quando esteve no país com o show Volta, a cantora também compareceu à pré-estreia do filme O Passado, do diretor Hector Babenco, como convidada de M…

Cineasta argentina Lucrecia Martel, dirigirá novo show de Björk

Cornucopia, o novo show de Björk, estreia em maio no The Shed, em Nova Iorque! Inclusive, esse lugar que receberá a mini residência promete ser um dos espaços culturais mais importantes da cidade, principalmente por ter a capacidade de se transformar fisicamente ao criar ambientes dinâmicos de acordo com as visões dos artistas que ali aparecem nos próximos anos. 
A temporada de oito concertos ganhou novos detalhes muito interessantes. A cineasta argentina Lucrecia Martel se juntou ao time de colaboradores da islandesa e dirigirá o espetáculo. 


Internacionalmente reconhecida como uma das mais importantes peças do cinema latino-americano, Martel obteve sucesso de crítica em seu trabalho, incluindo Zama, seu mais recente filme lançado em 2017. Entre suas obras, destacam-se também: La Ciénaga (2001), A Menina Santa (2004) e A Mulher sem Cabeça (2008). Confira mais detalhes clicando aqui
Lucrecia e a Rei Cine, produtora argentina que a representa, emitiram uma declaração à imprensa desta…

Edital do CCBB indica que a exposição Björk Digital virá ao Brasil

E não é que era verdade mesmo? Em julho, em sua coluna no O Globo, o jornalista Lauro Jardim comentou em primeira mão sobre as grandes chances da Björk Digital passar pelo Brasil. 
Na época, as negociações já estariam bem avançadas e na fase de captação de recursos. Ele citou a produtora Dueto, de Monique Gardenberg, como uma das interessadas em trazer a mostra ao país. Em 2007; a diretora, produtora cultural e cineasta brasileira convidou junto do diretor Hector Babenco a própria Björk para a pré-estreia do filme "O Passado", quando a cantora esteve no Brasil com a turnê do álbum Volta. As duas já se conheciam das outras passagens da artista por aqui, em 1996 e 1998 com os shows de Post e Homogenic. A Dueto Produções foi, inclusive, a responsável por dois dos três festivais que a trouxeram ao Brasil.
No entanto, na tarde de hoje (28/11), fomos surpreendidos com a possível indicação de que tudo realmente vai acontecer, mas com a ajuda também de outras pessoas! O projeto é c…