Pular para o conteúdo principal

Björk assina petição criada por Greta Thunberg



Greta Thunberg e um grupo de jovens ativistas, desenvolveram uma carta aberta destinada a líderes e chefes de estado, exigindo uma reação emergencial a mudança climática. 

No texto, é cobrada a necessidade de se encarar a situação como uma crise, para que se evite um desastre ecológico. Foram estabelecidas abordagens e demandas que garantam direitos a indivíduos mais vulneráveis, na intenção de reduzir desigualdades: como econômica, racial e de gênero, além de medidas para proteger a democracia. 

A carta foi divulgada antes de uma cúpula do Conselho Europeu na sexta-feira (17), na qual nações da União Europeia de 27 membros discutiram o próximo orçamento do bloco e um pacote de recuperação para reagir ao choque econômico da pandemia do coronavírus. 

Uma das reivindicações da carta, trata da suspensão imediata de todos os investimentos na exploração e na extração dos combustíveis fósseis, paralelamente ao fim rápido dos subsídios concedidos a eles. "Entendemos e sabemos muito bem que o mundo é complicado e que o que pedimos pode não ser fácil. As mudanças necessárias para salvaguardar a humanidade podem não parecer muito realistas, mas é ainda menos realista acreditar que nossa sociedade conseguiria sobreviver ao aquecimento global para o qual nos encaminhamos, além de outras consequências ecológicas desastrosas do atual andar da carruagem", diz um dos trechos. 

A petição Face the Climate Emergency, em apoio ao manifesto, conta com assinaturas de centenas de cientistas, ativistas, cidadãos; e artistas, incluindo Billie Eilish, Leonardo DiCaprio e Björk

No álbum Utopia e no show Cornucopia, a artista islandesa quis usar sua plataforma justamente para alertar sobre este cenário. Em outubro de 2017, em entrevistas para a W Magazine e Les Inrockuptibles, explicou: 

"Eu sinto que neste momento existe a necessidade de ter um plano, um manifesto, uma alternativa, é uma questão de vida ou morte para a nossa espécie. É necessário inventar um mundo novo, que não nos será dado por merecimento, não é algo do tipo: "Faça desse jeito". Agora pode parecer apenas uma visão utópica, mas no futuro, se tornará nossa realidade. 

Acho que o erro mais básico que podemos cometer, é viver uma vida que não escolhemos. Com "Utopia", eu queria colocar em evidência a ideia de poder sonhar (e realizar esse sonho), como característica do que é o ser humano. 

Durante a época das composições, li muitos livros sobre utopias. Textos da Idade Média e outros, mais contemporâneos, detalhando utopias socialistas, comunistas, capitalistas... E então, um dia, Donald Trump decidiu retirar-se do acordo de Paris sobre o clima. Os políticos não têm visão para o povo, então cabe a nós escrever nosso próprio plano, nossas próprias utopias. Pode ser a única maneira de permanecermos otimistas". 

Foto: Divulgação.

Postagens mais visitadas deste blog

Björk volta ao Brasil para show no Primavera Sound

Por essa a gente não esperava... Após 15 anos, Björk volta ao Brasil para show no festival Primavera Sound . A apresentação acontece no dia 5 de novembro , em São Paulo ! Atenção: Os ingressos estão à venda ( e já acabando ) em: https://www.eventim.com.br/primaverasoundsp Estamos esperando por esse momento desde 2007 ! Björk se apresentará no Brasil com a turnê Orkestral . No repertório, estão canções de várias fases da carreira. Durante a série de lives na Islândia, a artista revisitou muitas músicas em diferentes performances. No concerto de 2022, algumas delas devem aparecer no setlist. Conheça as histórias das faixas clicando   AQUI . Na estrada, Björk estará ao lado do condutor Bjarni Frímann Bjarnason .  "Para mim, o show "Orkestral" é como um dia de feriado. Eu apenas chego com um vestido nas costas e apareço, canto e vou para casa. Torna-se mais sobre mim, a cantora. Eu trabalho com as orquestras locais de cada lugar, então sou mais como uma convidada ou uma vi

A participação de Björk em The Northman

Que saudades de ver esse rostinho lindo!  Björk esteve na estreia de "The Northman", em Reykjavík.  Nas redes sociais, a artista escreveu: "Estou muito orgulhosa de fazer parte disso. Gostaria de agradecer a Robert Eggers , Sjón e Robin Carolan por convidarem Dóa (o nome artístico da filha dela, que é uma das atrizes da grande produção) e eu para essa aventura. Estou mais do que grata!!! E obrigada a James Merry por me apoiar e Alexander (Skarsgård) por ser um co-ator gracioso".  "Durante sua cena, eu podia ver que Björk tinha uma lua cheia gigantesca atrás dela, bem atrás de sua cabeça. Aquilo pareceu perfeito para aquela cena, seu personagem e como ela estava vestida. Foi absolutamente fascinante. Ela é tão incrível!". pic.twitter.com/e9dPgaf2Ec — Björk BR (@sitebjorkbrasil) April 20, 2022 "É bom finalmente ver as raízes de alguém tratadas com imaginação, inteligência e qualidade. Eu AMEI as passagens com Mjötviður Mær . A arqueologia moder

Ísadora Bjarkardóttir Barney fala sobre sua carreira como artista e o apoio da mãe Björk

Doa , também conhecida como d0lgur , é uma estudante, funcionária de uma loja de discos ( Smekkleysa ), cineasta, cantora e agora atriz. Em abril, estreia nas telonas no novo filme de Robert Eggers , The Northman . Ela interpreta Melkorka , uma garota irlandesa mantida em cativeiro em uma fazenda islandesa, que também gosta de cantar.  O nome de batismo da jovem de 19 anos, é Ísadora Bjarkardóttir Barney .  "Bjarkardóttir" reflete a tradição islandesa de usar nomes patronímicos ou matronímicos . Ou seja, o segundo nome de uma criança é baseado no primeiro nome de sua mãe ou pai. Assim, "Bjarkardóttir" significa o "dóttir" – filha – de "Bjarkar". Isto é, de Björk . E Barney vem do pai Matthew Barney, que nasceu nos Estados Unidos.  Na nova edição da revista THE FACE , a artista falou sobre sua carreira. Ela vive entre Reykjavík e Nova York , onde nasceu em outubro de 2002. Confira os trechos em que citou a mãe, a nossa Björk.  " Sjón e min

Saiba tudo sobre as visitas de Björk ao Brasil

Foto: Divulgação (2007) As apresentações mais recentes de Björk no Brasil, aconteceram em 2007. Em novembro de 2022, ela volta ao nosso país no festival Primavera Sound . Relembre todas as passagens da islandesa por terras brasileiras, nesta matéria detalhada e cheia de curiosidades! Foto: Reprodução (1987) Antes de vir nos visitar em turnê, a cantora foi capa de algumas revistas brasileiras sobre música, incluindo a extinta  Bizz,  edição de Dezembro de 1989 . A divulgação do trabalho dela por aqui, começou antes mesmo do grande sucesso e reconhecimento em carreira solo, ainda com o  Sugarcubes . 1996 - Post Tour: Arquivo: João Paulo Corrêa SETLIST:  Army of Me One Day The Modern Things Venus as a Boy You've Been Flirting Again Isobel Possibly Maybe I Go Humble Big Time Sensuality Hyperballad Human Behaviour The Anchor Song I Miss You Crying Violently Happy It's Oh So Quiet.  Em outubro de 1996, Björk finalment

Björk está no elenco de 'The Northman’, filme de Robert Eggers

Em outubro de 2019 , o site IndieWire garantiu que Björk estava em negociações avançadas para participar de uma nova produção do diretor Robert Eggers , responsável pelos filmes "A Bruxa" (2015) e "O Farol" (2019).  O longa, intitulado de The Northman , foi descrito como uma "saga de vingança viking", na qual um príncipe nórdico (Alexander Skarsgård) procura por justiça após seu pai ser assassinado. A história é ambientada na Islândia , na virada do Século X.  Foto: Santiago Felipe. O roteiro de Eggers foi escrito em parceria com Sjón , um grande amigo e colaborador da islandesa ( Isobel , Jóga , Bachelorette , Selmasongs , Oceania , Wanderlust , The Comet Song , Cosmogony , Virus , Solstice ). Nicole Kidman , Alexander Skarsgård , Anya Taylor-Joy , Bill Skarsgård , Kate Dickie , Ralph Ineson , Claes Bang , Ethan Hawke  e Willem Dafoe também fazem parte do elenco.  A trilha sonora é de Robin Carolan e Vessel .  Foto: Reprodução.  O Belfast Telegraph ,