Pular para o conteúdo principal

Relembre Maratona de Karaokê com Björk na Islândia

Já pensou estar em um Karaokê ao lado de Björk ao som de Declare Independence? E além disso, acompanhar a letra da música projetada em um slide direto de um documento no Word? 😂🎤

Essa apresentação inusitada aconteceu em janeiro de 2011, como parte de um evento beneficente na Islândia. Em outro momento, ela também cantou Love Will Tear Us Apart do Joy Division.

A Maratona de Karaokê foi realizada ao longo de três dias, sempre das 15h até à meia-noite, e contou com a presença de diversos artistas, atletas e ativistas locais.


Várias das pessoas ali presentes se comprometeram com uma petição a favor da natureza islandesa. A ideia era exigir que o governo não colocasse em risco as áreas preservadas, pois temiam os danos a serem causados pelo livre acesso e a exploração irresponsável de fontes de energia, com a venda do espaço para uma empresa canadense. A legalidade desse acordo foi avaliada várias vezes.

Islandeses protestaram contra a venda da empresa islandesa de energia geotérmica, e desejavam ter o poder de decidir por meio de referendo se o acesso aos recursos naturais do país deveria ou não ser privatizado. Além disso, alegaram que o grupo de políticos por trás dessa iniciativa contribuiu para a Crise Econômica da Islândia no final de 2008.


Em entrevista, Björk disse que a então primeira-ministra da Islândia, Jóhanna Sigurdardóttir, havia declarado que se 15% dos eleitores (aproximadamente 35.000 pessoas) assinassem uma petição revogando os termos do acordo de aquisição, as autoridades não poderiam ignorar o interesse público.

Antes do evento, já haviam sido coletadas mais de 21.000 assinaturas. O total chegou a 47.000 e o documento foi reconhecido pela primeira-ministra. Nos anos seguintes, Björk voltou a chamar a atenção para os desdobramentos dessa e de outras causas ambientais, principalmente através das discussões no projeto Biophilia

Foto: Reprodução. 

Postagens mais visitadas deste blog

Björk volta ao Brasil para show no Primavera Sound

Por essa a gente não esperava... Após 15 anos, Björk volta ao Brasil para show no festival Primavera Sound . A apresentação acontece no dia 5 de novembro , em São Paulo ! Atenção: Os ingressos estão à venda ( e já acabando ) em: https://www.eventim.com.br/primaverasoundsp Estamos esperando por esse momento desde 2007 ! Björk se apresentará no Brasil com a turnê Orkestral . No repertório, estão canções de várias fases da carreira. Durante a série de lives na Islândia, a artista revisitou muitas músicas em diferentes performances. No concerto de 2022, algumas delas devem aparecer no setlist. Conheça as histórias das faixas clicando   AQUI . Na estrada, Björk estará ao lado do condutor Bjarni Frímann Bjarnason .  "Para mim, o show "Orkestral" é como um dia de feriado. Eu apenas chego com um vestido nas costas e apareço, canto e vou para casa. Torna-se mais sobre mim, a cantora. Eu trabalho com as orquestras locais de cada lugar, então sou mais como uma convidada ou uma vi

Björk aparece no primeiro trailer de The Northman

Remember for whom you shed your last teardrop... Björk aparece no 1º trailer de The Northman . O nome da artista também está em destaque no pôster do filme, que tem estreia marcada para Abril de 2022 .  Após a veiculação do teaser , ela foi um dos assuntos mais comentados no Twitter :  No filme, Björk é Seeress , uma bruxa eslava. Na mitologia nórdica/paganismo germânico, essa figura é uma espécie de vidente que pode prever eventos futuros. Também é vista como "uma enviada", "profetisa", "portadora do cajado", "mulher sábia" e "feiticeira", ocupando uma posição de autoridade. Frequentemente, é chamada de sacerdotisa tanto em fontes antigas como na erudição moderna no conceito europeu de "bruxas". Na cultura popular, é mencionada em diferentes contextos.  The Northman tem direção de Robert Eggers . O roteiro foi escrito em parceria com Sjón . A obra é descrita como uma "saga de vingança viking ", na qual um príncip

Saiba tudo sobre as visitas de Björk ao Brasil

Foto: Divulgação (2007) As apresentações mais recentes de Björk no Brasil, aconteceram em 2007. Em novembro de 2022, ela volta ao nosso país no festival Primavera Sound . Relembre todas as passagens da islandesa por terras brasileiras, nesta matéria detalhada e cheia de curiosidades! Foto: Reprodução (1987) Antes de vir nos visitar em turnê, a cantora foi capa de algumas revistas brasileiras sobre música, incluindo a extinta  Bizz,  edição de Dezembro de 1989 . A divulgação do trabalho dela por aqui, começou antes mesmo do grande sucesso e reconhecimento em carreira solo, ainda com o  Sugarcubes . 1996 - Post Tour: Arquivo: João Paulo Corrêa SETLIST:  Army of Me One Day The Modern Things Venus as a Boy You've Been Flirting Again Isobel Possibly Maybe I Go Humble Big Time Sensuality Hyperballad Human Behaviour The Anchor Song I Miss You Crying Violently Happy It's Oh So Quiet.  Em outubro de 1996, Björk finalment

Sindri Eldon explica antigo comentário sobre a mãe Björk

Foto: Divulgação/Reprodução.  O músico Sindri Eldon , que é filho de Björk , respondeu as críticas de uma antiga entrevista na qual afirmou ser um compositor melhor do que sua mãe.  Na ocasião, ele disse ao Reykjavík Grapevine : "Minha principal declaração será provar a todos o que secretamente sei há muito tempo: que sou melhor compositor e letrista do que 90% dos músicos islandeses, inclusive minha mãe".  A declaração ressurgiu no Twitter na última semana, e foi questionada por parte do público que considerou o comentário uma falta de respeito com a artista. Na mesma rede social, Sindri explicou:  "Ok. Primeiramente, acho que deve ser dito que isso é de cerca de 15 anos atrás. Eu era um idiota naquela época, bebia muito e estava em um relacionamento tóxico. Tinha um problema enorme e realmente não sabia como lidar com isso. Essa entrevista foi feita por e-mail por um cara chamado Bob Cluness que era meu amigo, então as respostas deveriam ser irônicas e engraçadas. Eu

A magia do show de Björk no Royal Opera House com a Vespertine Tour

Em 16 de Dezembro de 2001 , Björk se apresentava com a Vespertine Tour no Royal Opera House , em Londres.  A gravação se tornou um dos melhores registros dela nos palcos. Essencial para todos que desejam assistir a um concerto da artista. O DVD está entre os favoritos dos fãs. Antes do lançamento, foi exibido como um especial de TV na BBC .  Björk nunca se contenta em simplesmente recriar o que foi feito em estúdio. Todos os elementos são ampliados. Ela parecia estar super confiante e presente, deixando seu público "hipnotizado". A dedicação dela está em cada aspecto. O clima é bastante intimista, com um som incrível e delicado, representando muito bem o universo de Vespertine , junto de Il Novecento Orchestra , Simon Lee , Matmos , Zeena Parkins e o incrível Greenland Choir .  Com ingressos esgotados, o show foi um dos três últimos da turnê. Bachelorette e Play Dead também fizeram parte do setlist daquela noite, mas foram cortadas da edição final. A direção do DVD lanç